Normas e Instruções

A submissão de trabalhos para publicação no Brazilian Journal of Oceanography é realizada através do SGP (Sistema de Gestão da Publicação), um sistema que permite a submissão de trabalhos e processo de análise do corpo editorial de forma totalmente informatizada pela web. 

Após realizar o cadastro no sistema, o autor terá acesso a todas informações sobre a submissão de trabalhos, inclusão de autores, imagens, acompanhamento do processo entre outras.

Para acessar o SGP, CLIQUE AQUI!

 

Escopo e política

O Brazilian Journal of Oceanography (BJO) cobre todo o espectro de disciplinas dentro da ciência da oceanografia, publicando artigos em oceanografia biológica, oceanografia física, química marinha, sedimentologia e geologia, desde ambientes costeiros e estuarinos até águas oceânicas da margem continental. Ênfase é dada a trabalhos interdisciplinares e voltados para estudo de processos.

O BJO também publica volumes dedicados a resultados de reuniões científicas, amplos estudos interdisciplinares ou tópicos específicos.

O público alvo é formado por oceanógrafos físicos, químicos, biólogos e geólogos, geoquímicos, biólogos e ecólogos marinhos. Os trabalhos encaminhados para publicação devem ser inéditos, destinarem-se exclusivamente ao BJO e estarem obrigatoriamente redigidos em língua inglesa. O manuscrito deverá ser encaminhado ao editor, que verificará a pertinência do trabalho ao escopo da revista.

A avaliação é feita criticamente por dois revisores especialistas no assunto. O Editor decide sobre a aceitação ou rejeição do trabalho enviado. Os manuscritos aceitos são devolvidos ao autor para sua consideração em relação aos comentários e sugestões dos revisores. O BJO publica trabalhos em três formatos, conforme se segue, sendo ocasionais os artigos de revisão:

  • Trabalho original: até 30 páginas, incluindo tabelas e ilustrações;
  • Nota: até 07 páginas, incluindo tabelas e ilustrações;
  • Revisão de conjunto ou atualização de conhecimento: até 50 páginas, incluindo tabelas e ilustrações.

 

Forma e preparação de manuscritos

ESTRUTURA DO TRABALHO ORIGINAL

No preparo do trabalho original deverá ser observada, sempre que possível, a estrutura convencional dos artigos científicos na seguinte ordem: título, autor(es), "abstract", resumo em português,descritores, introdução, material e métodos, resultados, discussão, agradecimentos e referências bibliográficas.

Título: Deve ser breve e indicativo da exata finalidade do trabalho; no caso de ser necessário título longo, recorrer a subtítulo; versão do título para o inglês. Deve ser indicado o título corrente(running head).

Autores: Nome(s) do(s) autor(es), com a respectiva filiação científica (entidade à qual estão vinculados e endereço para correspondência).

Abstract: Em inglês, localizado entre o título e o texto, com no máximo 200 palavras, sem o emprego de parágrafos. Consiste em resumo breve do conteúdo do artigo; deve ser conciso e claro ressaltando os resultados mais importantes.

Resumo: Em português, localizado após o Abstract, com no máximo 200 palavras, sem o emprego de parágrafos. Deve ser breve, conciso e claro, ressaltando os resultados mais importantes.

Descritores: O número de Descritores deve ser no máximo 8, em português e inglês.

Introdução: Deve estabelecer com clareza o objetivo do trabalho, relacionando-o com outros do mesmo campo e apresentando de forma sucinta a situação em que se encontra o problema investigado.Extensas revisões de literatura devem ser substituídas por referências aos trabalhos mais recentes, onde tais revisões tenham sido apresentadas.

Material e Métodos: A descrição dos métodos usados deve limitar-se ao suficiente, para possibilitar sua perfeita compreensão; processos e técnicas já descritos em outros trabalhos devem ser referidos somente por citação, a menos que tenham sido consideravelmente modificados.

Resultados: Devem ser apresentados com clareza e, sempre que necessário, acompanhados de tabelas e material ilustrativo adequados. Os dados numéricos devem ser apresentados em tabelas ou figuras.

Discussão: Deve restringir-se à avaliação dos resultados obtidos e de suas possíveis causas e conseqüências, relacionando as novas contribuições aos conhecimentos anteriores. Evitar hipóteses ou generalizações não baseadas nos resultados dos trabalhos.

Agradecimentos: Quando necessários devem ser mencionados antes das referências bibliográficas.

Referências Bibliográficas: Devem ser ordenadas alfabeticamente por sobrenome do autor, sendo consideradas apenas as referências mencionadas no texto. As referências devem seguir a Norma ABNT Padrão NBR 6023.

Obs.: Não serão aceitas referências bibliográficas de trabalhos não publicados, teses, dissertações e resumos de eventos.

Figuras, Tabelas e Fórmulas

A inclusão de figuras, tabelas e fórmulas será realizada através do sistema de submissão online. As imagens deverão estar no formato .jpg, .gif, .psd, .tif ou .png para serem aceitas pelo SGP.  Estas devem apresentar números com pontuação inglesa referente a pontos e vírgulas.

 O SGP aceita apenas imagens em alta definição com as seguintes características:

  • Largura superior a 1000 px e DPI igual ou maior que 200;
  • O formato de imagem deverá ser preferencialmente TIFF ou JPG;
  • O tamanho máximo da imagem deve ser de 5 MB.

 

Importante: Os autores devem enviar seis (06) nomes de revisores potenciais para o manuscrito, entre os especialistas de reconhecida competência na área

 

NOTAS

Os trabalhos destinados à categoria "NOTAS" devem seguir a seguinte estrutura:

  • Título e nome dos autores;
  • Texto - Poderá incluir ilustrações e tabelas;
  • Agradecimentos;
  • Referências bibliográficas.

 

REVISÃO DE CONJUNTO OU ATUALIZAÇÃO

Os trabalhos destinados à "REVISÃO DE CONJUNTO OU ATUALIZAÇÃO" devem seguir a seguinte estrutura:

  • Título e nome dos autores;
  • Abstract;
  • Resumo;
  • Texto - poderá incluir ilustrações e tabelas;
  • Agradecimentos;
  • Referências bibliográficas.

 

Submissão de Manuscritos: SGP - Sistema de Gestão da Publicação

Compartilhe